O portal de reclamações recebeu mais de 173.853 reclamações

O portal de reclamações anunciou ter recebido um total de 173.853 reclamações em 2021, após registar um crescimento de 7% face ao ano anterior, com uma média de mais de 500 reclamações por dia.

A plataforma informou em comunicado que correio, transporte, logística, administração pública, comunicações, televisão e mídia foram as três categorias que registraram o maior número de reclamações em 2021.

De acordo com a plataforma, em 2021 também houve um aumento de reclamações sobre golpes “online”, setor de saúde e serviços públicos.

Os cinco setores com maior número de reclamações são: Correios, Transportes e Logística. serviços e administração pública; telecomunicações, televisão e mídia; Tecnologia da informação, tecnologia, som, água, eletricidade e gás.

A categoria de correio, transportes e logística continua a ser a categoria que mais reclamações dos portugueses, principalmente no primeiro trimestre do ano, devido à epidemia.

“[…] O comunicado adianta que as dificuldades na entrega dos milhares de encomendas que circulam em todo o país são sentidas por quase todas as empresas que operam neste sector.

Depois da Páscoa e “com a rotina normalizada”, o portal de reclamações detectou aumento de reclamações em categorias como esportes, academias, clubes, cultura, entretenimento e lazer.

As cinco categorias com maior variação em relação a 2020 são Internet, Sites e Negócios (aumento de 46%); construção, indústria e manufatura (41%); esportes, clubes e esportes (37%); Móveis, decoração, eletrodomésticos (24%) e cultura, entretenimento e lazer (19%).

As categorias com a maior taxa de resolução incluem: água, eletricidade e gás. Correios, transporte, logística, hiper e supermercado, informática, tecnologia, áudio, telecomunicações, televisão e mídia.

“O ano que acaba de terminar mostrou, mais uma vez, o importante papel que desempenhamos na nova realidade do consumidor. Hoje, o consumidor está mais atento e exigente. As marcas que trabalham connosco sabem disso e estão na vanguarda no atendimento de melhores clientes e o consumidor sabe que na nossa plataforma pode encontrar informações reais e imparciais ”, nota Sonia Lage Lourenço, CEO do Portal da Coixa.

READ  O Arsenal ainda está a caminho de contratar o brasileiro de 25 anos neste verão

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.