O famoso comediante brasileiro Paulo Gustavo morre aos 42 anos

O comediante brasileiro Paulo Gustavo morreu terça-feira à noite de complicações causadas pela Covid-19, após uma batalha de dois meses contra a doença. Ele tinha 42 anos.

O Sr. Gustavo deu entrada na unidade de terapia intensiva do Rio de Janeiro em 13 de março e precisou de intubação uma semana depois. Desde o início de abril, ele é mantido vivo por um pulmão artificial que só é usado em casos de pneumonia muito grave. No fim de semana passado, ele contratou obstrução de ar nos pulmões – que se espalhou para o sistema nervoso, levando os médicos a considerá-lo “instável” e “irreversível”.

Em maio de 2020, o ator expressou sua preocupação com a gravidade do coronavírus durante um período Entrevista. “Tenho muito medo do que ouço as pessoas dizerem … A medicina ainda não sabe exatamente como o vírus reage dentro de cada pessoa.”

Além de sofrer de asma no início da vida, não apresentava problemas de saúde prévios e serviu de exemplo da atual onda de infecções no Brasil que atinge vítimas cada vez mais jovens.

A comédia de Paulo Gustavo é popular em todo o Brasil, lidando com questões cotidianas da família e usando o humor para abordar as lutas que as pessoas LGBT enfrentam para ganhar aceitação na sociedade brasileira – em grande parte com base em sua própria experiência como homem intersex no Rio de Janeiro.

Dirigiu diversos programas de TV populares e estrelou longas-metragens que estão entre os filmes de maior bilheteria da história do cinema brasileiro.

mãe peça 3 Vendeu R $ 143,8 milhões (US $ 26,4 milhões) de bilheteria – mais do que Frozen 2 e Star Wars: The Rise of Skywalker no Brasil.

READ  Africa Cinema vai exibir filmes árabes do Egito e Sudão

Ele deixa sua esposa, a dermatologista Thales Britas, e seus dois filhos, Gael e Romeo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *