Números difíceis: bloqueio de Moscou, problemas econômicos do Brasil, forças dos EUA em Taiwan, crescimento lento dos EUA

As apostas aumentaram esta semana com o lançamento de um Relatório da ONU Isso diz que o mundo está a caminho de um aumento de 2,7 ° C na temperatura média global acima dos níveis pré-industriais durante este século. O planeta já aqueceu um grau Celsius. Em 2015, os líderes concordaram em limitar essa elevação a 1,5 grau.

Mas a COP26 também está reunindo acadêmicos, ativistas políticos e outros para desenvolver estratégias inovadoras que eles esperam que pressionem os líderes políticos e empresariais a mostrar mais progresso em ambas as áreas.

Existem muitas razões pelas quais o progresso do clima é difícil.

A redução das emissões exigirá sacrifícios econômicos que ninguém está ansioso para fazer. Para alcançar os objetivos acordados em Acordo climático de Paris Em 2015, todos os países devem reduzir as emissões de carbono para zero líquido e não colocar mais carbono na atmosfera do que reduziram até 2050. Isso requer investimento financeiro histórico em novas formas de energia que reduzem ou eliminam as emissões de carbono.

Não é fácil concordar sobre como dividir o fardo. China e Índia, as potências emergentes, perguntam: “Por que devemos fazer grandes sacrifícios?” “As revoluções industriais na América e na Europa criaram esses problemas. Por que devemos interromper nosso crescimento para limpar a bagunça?” “Isso é verdade”, respondem europeus e americanos, “mas vocês dois emitem tanto carbono hoje em dia que não podemos resolver o problema sem vocês.”

Os países pobres perguntam: “E quanto a nós? Não criamos ou exacerbamos esse problema, mas o aumento do nível do mar e os padrões climáticos seriamente erráticos ameaçam nosso futuro. Quem vai pagar por isso?”

READ  O ensaio do Brasil para vacinar uma cidade com o coronavírus chinês reduziu as mortes de Covid-19 em 95%

O desafio da mudança climática é global, mas as políticas que limitam as soluções permanecem principalmente nacionais, e os políticos tendem a priorizar a necessidade de impulsionar o crescimento e ganhar eleições sobre os compromissos globais de longo prazo.

Como resultado, as promessas do cume devem ser encaradas com uma montanha de sal. Essas cúpulas anuais começaram no início da década de 1990, mas não houve nenhum acordo importante até o Protocolo de Kyoto em 1997, e esse acordo fracassou depois que o Senado dos Estados Unidos se recusou a ratificar o tratado.

O crescente crescimento econômico na China e na Índia dobrou as emissões de carbono que estão sendo lançadas na atmosfera.

Em 2015, o acordo climático de Paris trouxe novas promessas de corte de emissões para atingir a meta líquida de zero, mas o recém-eleito presidente dos EUA, Donald Trump, retirou imediatamente os Estados Unidos dos compromissos assumidos naquele acordo. Embora Biden promessas Que a América e suas ambições climáticas estão de volta, ninguém sabe o que acontecerá depois das próximas eleições americanas.

Além disso, os líderes mundiais apenas se comprometem a cumprir as metas estabelecidas. Eles não têm que explicar exatamente Como Eles vão vencê-los. Eles sabem que os futuros líderes estarão sentados à mesa quando chegar a conta para pagamento. Suas promessas são consideradas juridicamente vinculativas, mas ninguém pode forçar Estados poluidores a cumprirem suas obrigações.

Então, por que devemos nos preocupar com a COP26? Não haverá um único avanço histórico neste pool, por todas as razões mencionadas acima. Mas o consenso científico global é que as mudanças climáticas não podem ser ignoradas e o progresso é importante, mesmo que as promessas sejam apenas parcialmente cumpridas. Estas são reuniões anuais (a pandemia adiou a reunião de 2020 até agora) e qualquer passo na direção certa é muito melhor do que nenhum progresso.

READ  XP Inc. está colaborando. Com a Jive, a principal gestora de investimentos alternativos no Brasil

COP26 é especialmente importante porque os negociadores vão discutir os detalhes para o chamado Livro de regras de Paris, um novo conjunto de regras sobre como o progresso é relatado e como os mercados de carbono podem ser criados que permitem que as reduções de emissões sejam compradas e vendidas entre os países.

Ao longo de duas semanas desta cúpula, escreveremos com mais detalhes sobre o que está acontecendo e o que não está acontecendo, e avaliaremos a declaração de encerramento da conferência para julgar quantos passos adicionais já foram dados.

window.REBELMOUSE_TASKS_QUEUE.push(function(){

showVideo = function(element) { let parent=element.parentNode.parentNode;//not sure about using element.closest(".widget__head") var image = parent.querySelector('.widget__image'); var video = parent.querySelector('.widget__video'); var scriptToParse = video.querySelector('script[type="video-content"]'); if (scriptToParse) { video.innerHTML = scriptToParse.innerHTML; image.style.display = 'none'; video.style.display = 'block'; } let vid = parent.querySelector('video'); if (vid) { vid.play(); } }

REBELMOUSE_STDLIB.createElementChangeListener(".js-show-video", event=>{ event.addEventListener("click", function(){ showVideo(event) }) } )

});

window.REBELMOUSE_TASKS_QUEUE.push(function(){

var buttonNewsletter = document.querySelector(".list a");

buttonNewsletter.addEventListener("click", function() { localStorage.setItem("subscription_from","navbar"); });

});

window.REBELMOUSE_TASKS_QUEUE.push(function(){

window.IcreateElementChangeListener= function (selector, callback) { const initializedNodes = new Set([]);

document.querySelectorAll(selector).forEach((node) => { callback(node); initializedNodes.add(node); });

const mutationObserver = new MutationObserver(() => { const nodes = document.querySelectorAll(selector); nodes.forEach((node) => { if (!initializedNodes.has(node)) { callback(node); initializedNodes.add(node); } }); });

mutationObserver.observe(document.body, { childList: true, subtree: true, }); }

const thirdObserverConfig = { root: null, rootMargin: '0px', threshold: 0 };

var thirdObserver = new IntersectionObserver(entries => {

entries.forEach(entry => { let pixel=entry.target.querySelector('[class^="custom-field-impression-pixel"]'); if (entry.isIntersecting) {

console.log("imps pixel", pixel.innerHTML) let imgPixel = document.createElement('IMG')

imgPixel.src = pixel.innerHTML.replace('[timestamp]', Date.now()); ; imgPixel.setAttribute('BORDER','0'); imgPixel.setAttribute('HEIGHT', '1'); imgPixel.setAttribute('WIDTH', '1'); imgPixel.setAttribute('ALT', 'Advertisement') document.body.appendChild(imgPixel); thirdObserver.unobserve(entry.target); } }); }, thirdObserverConfig); /* IcreateElementChangeListener('.widget',function(item){ let pixel=item.querySelector('[class^="custom-field-impression-pixel"]'); if(pixel){ if(pixel.innerHTML != ""){ thirdObserver.observe(item); } } })

*/ IcreateElementChangeListener('.widget__body',function(item){ let pixel=item.querySelector('[class^="custom-field-impression-pixel"]'); if(pixel){ if(pixel.innerHTML != ""){ thirdObserver.observe(item); } } })

});

window.REBELMOUSE_TASKS_QUEUE.push(function(){

var buttonSidebarNews = document.getElementById("button_sidebar_newsletter");

buttonSidebarNews.addEventListener("click", function() { localStorage.setItem("email_param",document.getElementById("input_sidebar_newsletter").value); localStorage.setItem("subscription_from","sidebar"); location.replace("https://www.gzeromedia.com/subscribe"); });

});

window.REBELMOUSE_TASKS_QUEUE.push(function(){

var buttonSidebarNews = document.getElementById("button_sidebar_newsletter");

buttonSidebarNews.addEventListener("click", function() { localStorage.setItem("email_param",document.getElementById("input_sidebar_newsletter").value); localStorage.setItem("subscription_from","sidebar"); location.replace("https://www.gzeromedia.com/subscribe"); });

});

window.REBELMOUSE_TASKS_QUEUE.push(function(){

if(document.getElementsByClassName("custom-field-CollapsableContent")[0] != null){ var accordion = document.getElementsByClassName("custom-field-CollapsableContent")[0]; var panel = document.getElementsByClassName("custom-field-CollapsableContent")[0].children;

accordion.addEventListener("click", function() { if (panel[0].style.display == "block") { accordion.classList.remove("open"); for(var x=0; x2"); document.querySelectorAll("article .headline")[0].innerHTML = res_current; } if(str_spotAd.includes("CO2")){ var res_spot = str_spotAd.replace("CO2", "CO2"); document.querySelectorAll(".widget .widget__headline-text")[0].innerHTML = res_spot; }

});

window.REBELMOUSE_LOW_TASKS_QUEUE.push(function(){

!function(f,b,e,v,n,t,s) {if(f.fbq)return;n=f.fbq=function(){n.callMethod? n.callMethod.apply(n,arguments):n.queue.push(arguments)}; if(!f._fbq)f._fbq=n;n.push=n;n.loaded=!0;n.version='2.0'; n.queue=[];t=b.createElement(e);t.async=!0; t.src=v;s=b.getElementsByTagName(e)[0]; s.parentNode.insertBefore(t,s)}(window,document,'script', 'https://connect.facebook.net/en_US/fbevents.js'); fbq('init', '359223808087944'); fbq('track', 'PageView');

});

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *