Hamilton coloca Portugal em segundo lugar antes de sair do grid – Esportes

postado em 01 de maio de 2021 7h25

Lewis Hamilton marcou o melhor tempo no segundo treino do Grande Prémio de Portugal na sexta-feira.

Portimão (AFP) – O campeão mundial Lewis Hamilton marcou o tempo mais rápido no segundo exercício do Grande Prêmio de Portugal na sexta-feira, antes de decolar nas redes sociais para protestar contra os abusos da internet.

O piloto britânico marcou um minuto e 19,837 segundos na Mercedes para vencer o Red Bull Max Verstappen em 1 minuto e 19,980 segundos com Valtteri Bottas, na segunda Mercedes, em terceiro lugar em 1 minuto e 20,181 segundos.

Bottas estabeleceu o tempo mais rápido na sessão da manhã em 1 minuto e 19.648 segundos.

A sessão da tarde em Portimão foi adiada por 10 minutos para corrigir um defeito na tampa do bueiro antes de Hamilton definir a velocidade, liderando o treinamento pela primeira vez nesta temporada.

O heptacampeão mundial Hamilton lidera a temporada com um ponto à frente de Verstappen, depois de vencer a partida de abertura no Bahrein, antes que seu rival holandês recuasse na corrida Emilia-Romagna em Imola.

Enquanto isso, Hamilton disse que estava participando de um apagão de mídia social que continuou ao longo do fim de semana envolvendo uma série de organizações esportivas internacionais, bem como indivíduos que protestavam contra o abuso online.

“Embora o boicote possa não resolver o problema da noite para o dia, temos que pedir mudanças quando necessário, mesmo quando uma missão parece impossível”, escreveu Hamilton no Instagram, onde tem 22 milhões de seguidores.

Enquanto esperava pelo fim de semana na pista, Hamilton antecipou outra luta tensa com a Red Bull.

READ  Flamengo perto do título com vitória por 2 a 1 sobre o Inter

“Estamos olhando de perto, acho que vai ser apertado”, disse ele.

“Não sei como foi o ciclo do Max, mas o meu não foi perfeito. O carro poderia ser mais rápido e há melhorias possíveis.”

Uma terceira sessão de treinamento acontecerá no sábado às 11h GMT antes das 14h GMT para a qualificação.

Verstappen, que também foi o mais rápido da manhã, insistiu que não havia muito a separar Red Bull e Mercedes.

No entanto, ele estava desconfiado das condições da pista.

“As condições são muito semelhantes às do ano passado e a estrada está muito escorregadia”, disse Verstappen.

“Parece difícil com a Mercedes novamente neste fim de semana e o carro parece bom, mas ainda temos trabalho a fazer antes de amanhã, com certeza.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *