Gestão desastrosa do COVID-19 pelo Brasil ameaça o mundo inteiro

Curta esta matéria no Valor EconômicoO maior jornal financeiro do Brasil explica que a demora do governo federal em encomendar as vacinas COVID-19 custou à bolsa de valores brasileira, conhecida como Ibovespa, cerca de 13 mil pontos, ou 10%.

“A raiz do nosso problema, que mais nos afetou este ano, é a má gestão da vacinação”, disse Ronaldo Battah, estrategista de mercado do UBS Wealth Management. “Se o governo tivesse fechado os negócios lá, o Ipovespa estaria perto do pico, com 125 mil, e não 112 mil.”

No ano passado, o governo brasileiro Proposta rejeitada Da empresa farmacêutica Pfizer para fornecer 70 milhões de doses de vacinas. O Ministério da Saúde alegou que tomou essa decisão para evitar cair noMarketing ” Envolva os produtores de vacinas.

Se o governo comprasse as doses novamente em setembro do ano passado, disse Battah, o Brasil poderia vacinar a uma taxa comparável à dos Estados Unidos.

Embora Bolsonaro não possa ser responsabilizado por todo o complexo processo de mutação do vírus e desenvolvimento de uma pandemia sem precedentes na história recente, está claro que seu governo poderia ter contido a deterioração da situação implementando medidas simples que se mostraram eficazes. Em muitos países.

No entanto, sua ideia muito conservadora de que as consequências econômicas das medidas restritivas seriam piores do que a morte dos cidadãos revelava seu absoluto desprezo pelas classes populares, além de forte racismo estrutural.

A convicção, que as pesquisas até agora endossaram, de que tudo o que for feito continuará sendo votado pela maioria, faz com que Bolsonaro se sinta apoiado em sua política letal.

READ  Fotos de Eternals Leaked Merch mostram o melhor visual de Ikaris e Sersi

Mas nem o país nem o mundo podem esperar as próximas eleições para ver uma mudança na posição do governo brasileiro. Somente a pressão internacional coordenada pode garantir que novas mudanças perigosas sejam contidas e milhares de vidas salvas, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *