Filme brasileiro ganha Prêmio do Público na seção Panorama Berlinale – Designers

O 71º Festival de Cinema de Berlim, também conhecido como Berlinale, foi realizado ontem, e o filme brasileiro A Última Selva foi um dos destaques.

Dirigido por Luiz Bolognesi, o único filme brasileiro recebeu o prêmio do cobiçado público na Galeria Panorama.

Combinando documentário e ficção, “Ultima Florista” faz a acusação seguindo a rotina dos índios Yanomami que vivem isolados e tentam caçar os garimpeiros que invadem a floresta amazônica.

Para quem não sabe, a tribo forma a maior reserva indígena do Brasil, com quase 10 milhões de hectares.

Localizadas entre os estados de Roraima e Amazonas, existem pelo menos 360 comunidades com cerca de 27 mil indígenas espalhados pela região, que sofrem invasões de garimpeiros em busca de mineração ilegal de ouro.

Com o elenco original, foi co-escrito pelo xamã e ativista tribal Devi Kupinawa.

Em entrevista à RFI Brasil, Polonisi disse que a história do longa-metragem nasceu durante as filmagens de seu filme anterior, que também explora o tema dos povos indígenas: “Ex-Pajé”.

O cineasta sempre foi fã da cultura indígena brasileira, e o ímpeto por “A Altima Floresta” veio depois que “Ex-Pajé” ganhou o Prêmio Especial do Júri na Berlinale 2018.

“Existem aldeias e povos que ainda têm xamãs muito poderosos, que lutam e resistem para manter o centro da política, da saúde e do conhecimento independente do mundo exterior. Queria fazer um filme que também retratasse este outro lado, a vitória do resistência sobre a influência do mundo exterior. “

Divirta-se assistindo:

O diretor disse que se interessou pelo projeto desde que leu Fall from Heaven, que Kupinawa escreveu a partir de uma conversa com o antropólogo francês Bruce Albert.

Publicado no Brasil pela Cia das Letras em 2015, o trabalho levou Polonisi a entrar em contato com o xamã e convidá-lo a escrever o roteiro do longa.

READ  Ex-alunos da SCA trazem a jogabilidade clássica do Zoom à vida

“Na minha opinião, é acima de tudo valor literário, é o grande livro que li no século XXI. No século XX, o livro que mais me impressionou foi Grande Sertão Veredas (de Guimarães Rosa, 1956) para mim, “Skyfall” é o ‘Grande Sertau’ do século 21 “, disse Polonisi.

Para quem quiser saber mais sobre o enredo do filme, a estreia nos cinemas nacionais está prevista para o segundo semestre deste ano, ainda sem data definida.

Certifique-se de assistir:

Inscreva-se em nosso canal no YouTube 🚨 http://bit.ly/CinePOP_Subscribe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *