Festival do Rio abre a edição de 2021 pessoalmente após ausência de 2020 | Notícias

Festival do Rio Ela lançou uma ROM pessoal para 2021 após perder um ano por conta da Covid e começou com a estreia brasileira do filme Pedro modOhOndes Mães paralelas.

A 23ª edição vai até 19 de dezembro e traz 71 curtas e filmes brasileiros na Première Brasil com obras de Julio Bressan, Karim Inoz, Walter Salles e Daniela Thomas, entre outros.

Um componente internacional vibrante inclui Joe Wright cyrano, Julia Docornau TitânioKenneth Branagh Belfast, Apichatpong Weerasethakul memóriaAndrea Arnold uma vaca, Paul Verhoeven Benedita, Woody Allen Festival de Rifkin.

O festival exibirá cinco filmes do diretor de Hong Kong Wong Kar-wai, que foram trazidos de volta pelo diretor em parceria com Moby. O festival também celebra os 70 anos da revista francesa de cinema “Cahiers du Cinéma” com uma exposição e apresentações de obras clássicas francesas de Louis Malle, Eric Roemer, Jacques Rivette, Jean-Luc Godard e Costa-Gavras.

“Nossa missão é reconstruir o papel do Rio no setor audiovisual e fortalecer o setor com investimentos, que já começamos”, disse Eduardo Paes, prefeito do Rio de Janeiro. “O Rio como cidade depende muito da cultura, porque ajuda a construir a história e a identidade da nossa cidade e do nosso povo. O Festival do Rio é um dos pilares do nosso renascimento nacional e global.”

“A seleção deste ano apresenta um cinema brasileiro forte, cheio de reflexões que, apesar de estar longe das condições ideais, está prestes a recuperar sua posição à medida que o cinema chega ao público”, disse Ilda Santiago, diretora do festival.

O plano está programado para retornar em 2022 com um lançamento completo e novos patrocinadores.

READ  Que Histria! O podcast está de volta à BBC News Brasil com a segunda temporada de Amazing Stories

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.