Estranho incidente em que o goleiro brasileiro recebeu cartão vermelho antes mesmo do início da final da Copa.

Em uma cena muito rara no futebol, um jogador foi expulso antes do início da partida. O goleiro brasileiro Jean Fernandez recebeu cartão vermelho e deu ordens do árbitro antes do início da partida. De acordo com os registros da partida, o jogador recebeu um cartão vermelho por supostos fãs de “phishing” muito atrás do gol quando ele levantou e cruzou os braços na frente da garganta.

Foi na final da Supertaça do Paraguai, onde não soou o apito inicial quando o goleiro Ciro Porteno recebeu ordem de andar. Para piorar a situação, seu time acabou perdendo para o arquirrival Olympia por 3-1. As imagens mostram Jean Fernandez, do Cerro Porteno, fazendo o que os oficiais da partida consideraram gestos provocativos. Ele foi convidado a ficar perto do meio-linha enquanto o VAR examinava o incidente e informava ao árbitro Iber Aquino que o goleiro havia sido expulso.

Fernandes protestou contra decisão nas redes sociais

Fernandez, emprestado do clube de futebol São Paulo, protestou contra a decisão e alegou inocência nas redes sociais, dizendo que estava apenas realizando um ‘ritual pré-jogo’ que aparentemente é comum no Brasil. Ele disse que a comemoração se chama ‘vapo’ e disse que o árbitro acabou dando a ele um cartão vermelho por não entender a situação.

Ele disse: “Quando fui colocar meu rosário ao lado da trave, algo que sempre faço, os torcedores rivais começaram a atirar várias coisas em mim, inclusive fogos de artifício. Minha reação foi fazer um gesto que é normal no Brasil. Um jogador chamado Gerson comemora assim. Chama-se gesto de ‘vapo’. Não sei o que pensa o árbitro, mas acabou por me dar o cartão vermelho. Foi um mal-entendido ”.

READ  O Newcastle United pode avançar por £ 68 milhões para o atacante do Porto, Luis Diaz, devido a temores de rebaixamento - Rodada de Papel

Roque Santa Cruz sai de Olympia

Após a final da Supertaça do Paraguai, Roque Santa Cruz, de 40 anos, anunciou que era sua última partida pelo clube e agora vai para outra pessoa. Ele disse: “Eu disse que essa seria minha última dança, mas no clube. Vou continuar a jogar, mas não agora no Olympia. Já dei tudo e saio contente com o que fiz”, disse ele. o sol.

Foto: Twitter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *