Espera-se que o Brasil forneça quase um quarto do petróleo offshore do mundo até 2025

12/08/2021

Espera-se que o Brasil sozinho contribua com cerca de 23% ou 1,3 milhões de barris por dia (mmmbd) da produção global de petróleo e condensado offshore em 2025 de grandes projetos planejados e anunciados (novos projetos de construção) que devem iniciar as operações entre 2021 e 2025, de acordo com para a empresa GlobalData, uma empresa líder em dados e análise.

Clique para ampliar

O relatório da empresa, “Global Outlook for Offshore Exploration and Production Development, 2021-2025”, revela que 1,16 milhão de barris por dia de produção de petróleo e condensado no Brasil é esperado em 2025 de projetos planejados com planos de desenvolvimento específicos, enquanto 169.000 barris por dia são esperados (milhões de barris por dia). Entre os projetos anunciados em seus estágios iniciais, que serão objeto de estudos teóricos, e deverão receber aprovação para desenvolvimento. Espera-se que um total de 29 projetos de petróleo bruto no país entre em operação durante 2021-2025. Entre estes, Bacalhau, Búzios V (Franco) e Lula Oeste são alguns dos principais projetos que deverão contribuir coletivamente com cerca de 44% da produção de petróleo bruto e condensado do país em 2025.

Evoh Allen, Analista Sênior de Petróleo e Gás da GlobalData, comenta: “Enquanto a Arábia Saudita domina a produção de fluidos globalmente, principalmente de projetos já em produção, o Brasil lidera na produção de petróleo bruto e condensado de projetos futuros / novos. No Brasil, na Bacia de Santos, um forte grupo de projetos offshore são gerenciados principalmente pela Petróleo Brasileiro SA (Petrobras), a principal empresa petrolífera nacional do país. Esses projetos têm demonstrado forte economia, como preços de petróleo equilibrados para o desenvolvimento em uma média de US $ 40 por barril e contribuíram significativamente para a tendência da América do Sul de ultrapassar a produção marinha norte-americana até 2023. “

READ  Como a Ford queimou US $ 12 bilhões no Brasil

A GlobalData identifica os Estados Unidos como o segundo país com maior produção mundial de 655 milhões de barris de petróleo bruto em 2025 ou cerca de 11% do total mundial de petróleo bruto e produção de condensado offshore por ano. A Noruega é seguida pela produção de petróleo bruto de 508 milhões de barris por dia de projetos offshore planejados e anunciados em 2025.

Entre as empresas, Petrobras, China National Offshore Oil Corp e Equinor ASA lideram o mundo com a maior produção de petróleo bruto e condensado offshore de 768 milhões de barris por dia, 371 milhões de barris por dia e 331 milhões de barris por dia respectivamente em 2025 de projetos planejado e anunciado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *