Espaçonave chinesa obtém fotos de todo o planeta Marte

PEQUIM (Reuters) – Uma espaçonave chinesa não tripulada obteve dados de imagem cobrindo todo o planeta Marte, incluindo seu pólo sul, depois de sobrevoar o planeta mais de 1.300 vezes desde o início do ano passado, informou a mídia estatal nesta quarta-feira.

O Tianwen-1 da China chegou ao Planeta Vermelho em fevereiro de 2021 na missão inaugural do país lá. Desde então, um veículo robótico foi implantado na superfície enquanto um orbitador pesquisou o planeta do espaço.

Entre as imagens tiradas do espaço estão as primeiras imagens da China do pólo sul de Marte, onde quase todos os recursos hídricos do planeta estão desligados.

Registre-se agora para obter acesso ilimitado e gratuito ao Reuters.com

Em 2018, uma sonda em órbita operada pela Agência Espacial Europeia descobriu água sob o gelo no pólo sul do planeta. Consulte Mais informação

A localização das águas subterrâneas é fundamental para determinar o potencial de vida do planeta, além de fornecer um recurso permanente para qualquer exploração humana.

Outras imagens de Tianwen-1 incluem imagens de 4.000 quilômetros (2.485 milhas) do Vale Valles Marineris, as crateras de impacto no norte de Marte conhecidas como Arabia Terra.

Tianwen-1 também enviou imagens de alta resolução da vasta borda da cratera Maunder, bem como uma visão de cima para baixo de 18.000 metros (59.055 pés) de Ascraeus Mons, um grande vulcão-escudo descoberto pela Mariner 9 da NASA. nave espacial por mais de cinco décadas.

Reportagem de Ryan Wu. Edição por Jerry Doyle

Nossos critérios: Princípios de Confiança da Thomson Reuters.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.