Empresas do Reino Unido e futuro comércio no Brasil após Brexit

Rio de Janeiro, Brasil – famoso por seus negócios em expansão e Um papel ativo na economia globalO Reino Unido também tem uma relação comercial e de investimento de longa data com o Brasil. Na verdade, o Reino Unido chegou a ser o quarto maior investidor do Brasil.

Isso se deve principalmente ao fato de o Brasil possuir uma cultura empresarial de estilo europeu, que forma um terreno comum e base suficiente para que ambos busquem empreendimentos mutuamente benéficos.

Em dezembro de 2020, o comércio total entre o Reino Unido e o Brasil era de £ 6 (US $ 8,28). (reprodução de fotos online)

Embora o Brasil seja semelhante no sentido de que as economias do Reino Unido e do Brasil são alimentadas pela indústria de serviços, ao contrário de produtos físicos, o Brasil coloca uma grande ênfase na indústria de hospitalidade, enquanto O Reino Unido prioriza serviços financeiros.

Na década entre 2002 e 2012, as exportações do Reino Unido para o Brasil foram relatadas como tendo mais do que dobrado, enquanto as exportações de serviços aumentaram quase 60% em 2014. Existem muitas oportunidades para empresas britânicas no Brasil e dizem ser principalmente nas áreas de saúde, marinha e petróleo e gás, água, educação, mineração, alimentos e bebidas, tecnologia agrícola e indústrias de tecnologia.

Empresas do Reino Unido no Brasil

Diante do exposto, não é de admirar que haja várias opções de escolha ao pesquisar para começar Negocie ações britânicas no Índice FTSE 100Em termos de corretores e empresas, o Reino Unido possui uma ampla gama de negócios de sucesso em diferentes partes do mundo, incluindo o Brasil.

Em dezembro de 2020, o comércio total entre o Reino Unido e o Brasil era de £ 6 (US $ 8,28). Além disso, mais de 800 empresas britânicas estão ativas no Brasil, com 400 das 500 maiores empresas do mundo sediadas no Brasil.

READ  Brasil vê um boom de negociações impulsionado por energia, varejo e saúde

Isso inclui Rolls-Royce, Shell, BB, JCB, Rexam e Experian. Esta é mais uma evidência das oportunidades existentes nos setores mencionados acima, especialmente porque a Shell foi anteriormente relatada como a maior empresa estrangeira a operar no Brasil.

Ao destacar os benefícios para o Reino Unido, eles incluem os pontos comuns mencionados anteriormente nas práticas e cultura de negócios, condições políticas relativamente estáveis, bem como um mercado consumidor em expansão e perspectivas de crescimento. Para o Brasil, os benefícios incluem acesso a uma base de negócios globalmente integrada, acesso a sistemas bancários modernos e oportunidades de investimento, além de uma força de trabalho promissora.

Olhando para o futuro após o Brexit

Embora o impacto do Brexit tenha afetado bastante a atividade comercial, também gerou muitas conversas e debates sobre as oportunidades que existem, como acordos comerciais e relações comerciais aprimoradas. No início de 2021, o Brasil manifestou interesse em fortalecer os laços comerciais de frutas frescas com o Reino Unido, onde figurava entre os maiores exportadores mundiais de frutas frescas. Isso é uma evidência de que os negócios devem continuar após o Brexit, com considerações de um potencial negócio comercial e o estabelecimento de novos relacionamentos.

De acordo com Marcio Rodriguez, Chefe de Agronegócios da Apex-Brasil, “as negociações do Brexit deram ao Reino Unido a oportunidade de estabelecer uma relação mais forte e independente com o Brasil e, como terceiro maior produtor mundial de frutas, o Brasil é responsável por fornecer ao Reino Unido uma quantidade significativa de frutas frescas. “

Rodriguez afirmou ainda que o Brasil viu um aumento no protecionismo comercial da União Europeia após o Brexit, acrescentando que “adiciona controles e aumenta as barreiras ao livre comércio e, portanto, os custos de produção de alimentos”.

READ  Início comercial da expansão do parque solar brasileiro da Enel

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *