Empregos no Brasil mostram números positivos em abril – MercoPress

Oportunidades de emprego no Brasil mostram números positivos em abril

Terça-feira, 7 de junho de 2022 – 20:54 UTC


“Os números estão em linha com o processo de recuperação da economia brasileira”, disse Dalcolmo.

As autoridades brasileiras anunciaram a criação de cerca de 197 mil novos empregos formais em abril, segundo a Biblioteca Pública do Empregado e Desempregados (Caged), divulgada pelo Ministério do Trabalho nesta segunda-feira.

O saldo positivo decorre da diferença entre 1.854.557 contratações e 1.657.591 demissões, o que representa um aumento significativo na geração de empregos em relação ao mesmo mês de 2021, quando apenas 89,5 mil vagas foram abertas.

Bruno Dalcolmo, do Ministério do Trabalho, explicou que em abril do ano passado o país passava pelo pico da COVID-19.

“Os números estão, mais uma vez, em linha com o processo de recuperação da economia brasileira”, disse Dalcolmo.

Houve saldo positivo de vagas em quatro dos cinco setores indicados. O setor de serviços foi o setor com maior número de vagas em abril, com 117.007 vagas. Seguido do comércio com 29.261, indústria com 26.378 e construção com 25.341.

O único setor que perdeu empregos foi a agricultura e pecuária, com 1.021 empregos perdidos.

O saldo positivo foi registrado em 25 estados. Os estados de São Paulo (53.818 empregos), Rio de Janeiro (22.403) e Minas Gerais (20.059) foram os que mais geraram empregos.

Sudeste do Brasil lidera com 101.279 empregos em abril, seguido pelo Nordeste (29.813), Centro-Oeste (25.598), Sul (25.102) e Norte (12.023).

O salário médio em fevereiro foi de 1.906,54 reais (US$ 391).

Entre janeiro e abril de 2022, o país alcançou 770.593 empregos oficiais, ante 894.664 no mesmo período de 2021. A maior parte dos empregos criados este ano foi no setor de serviços.

READ  O ministro da Economia disse que o Brasil tem um "grande problema" com a Argentina nas negociações do Mercosul

Havia 534.523 funcionários. Em seguida vêm a indústria (127.788), a construção civil (119.923) e a agropecuária (23.009).

Do total de empregos criados este ano, 25.619 foram empregos individuais e 1.906 empregos em meio período.

Em abril, o Brasil tinha 4.144.988 empregos registrados, um dos maiores de todos os tempos, mostrou o Ministério do Trabalho.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.