EDP ​​e parceiros vão desenvolver projeto de hidrogênio 100MW em Portugal

A Comissão Europeia seleccionou um consórcio constituído pela EDP, outras empresas e parceiros de investigação para desenvolver o projecto de produção de hidrogénio verde de 100 MW em Sines, Portugal.

Empresas como Galp, Bondalti, Martifer, Engie, Vestas Wind Systems, McPhy e Efacec vão desenvolver o projeto renovável GreenH2Atlantic.

Parceiros acadêmicos e de pesquisa, incluindo ISQ, INESC-TEC, DLR, CEA, e o grupo público e privado Axelera também farão parte do projeto.

O projecto está previsto para ser construído na área da central eléctrica a carvão de Sines.

Recebeu € 30 milhões ($ 33,9 milhões) em financiamento do programa Horizon 2020 da União Europeia – Green Deal Call for research and innovation.

A concessão financiará a construção de uma planta eletrolisadora de 100 MW, que será equipada com unidades escalonáveis ​​e de rotação rápida de 8 MW e interface com um sistema de gerenciamento avançado para permitir a conexão direta a uma planta de energia renovável híbrida local.

As obras de construção da planta estão previstas para começar no próximo ano, e as operações estão programadas para começar em 2025, sujeitas a todas as aprovações relevantes das autoridades.

Conteúdo de nossos parceiros

Como uma usina de energia evitou o tempo de inatividade frequente com filtragem de ar de três estágios

Reimaginando o problema do carbono

Reimaginando o problema do carbono

Uma vez operacional, a instalação deverá ajudar a transição da antiga usina movida a carvão para um centro de produção de hidrogênio renovável, de acordo com as estratégias da UE para descarbonização e transição energética.

O GreenH2Atlantic irá também apoiar os objetivos de sustentabilidade definidos pela região e por Portugal como país, contribuindo para o Roteiro de Energia Europeu.

READ  Carrefour Brasil, alvo de investigação de suborno em São Paulo, pode enfrentar pesada multa

Em julho passado, a EDP colaborou com a TechnipFMC e outros parceiros de pesquisa para desenvolver um estudo de engenharia conceitual e viabilidade econômica denominado BEHYOND, que visa produzir hidrogênio verde a partir de energia eólica offshore.

O estudo teve como objetivo criar um conceito padronizado que pudesse ser implementado em todo o mundo para a produção de hidrogênio em grande escala.

No mês passado, a empresa de energia solar Lightsource BP concordou em formar uma joint venture de hidrogênio com a Dourogás para investir em infraestrutura solar e de hidrogênio em Portugal. As duas empresas se concentrarão em oito locais com potencial para hidrogênio verde.

Empresas relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *