Começam as restrições de fim de ano – notícias de Portugal

Novas restrições para conter a pandemia Covid-19 durante o período de Ano Novo entraram em vigor hoje e permanecerão em vigor até sábado.

Hoje e até ao final do sábado, dia 1 de Janeiro, será obrigatória a apresentação de teste negativo para entrada em restaurantes, casinos e festas de Réveillon.

Nas vias públicas, reuniões de mais de 10 pessoas, bem como o consumo de bebidas alcoólicas, são proibidos.

Nos próximos dias, o governo também vai lembrar das recomendações feitas no Natal, o incentivo para fazer exames diagnósticos, evitar o encontro com muitas pessoas, em espaços fechados, pequenos e mal ventilados e evitar ficar muito tempo sem máscara.

Além das medidas do governo, vários municípios cancelaram as festas de fim de ano em locais públicos.

Açores

Todo o arquipélago dos Açores encontra-se em estado de emergência desde quarta-feira, pelo que é necessário apresentar teste negativo para acesso aos eventos sociais e festas de fim de ano nas nove ilhas (PCR realizado nas 72 horas ou antigénio nas 48 horas acima) , independentemente da vacinação.

A presença do público é limitada a três quartos do espaço em que as iniciativas acontecem (em eventos únicos ou clubes abertos) e as celebrações e encontros nas vias públicas são proibidas.

Madeira

Na Madeira, onde a ocupação hoteleira ronda os 90%, as festividades vão decorrer sem restrições adicionais às já realizadas desde novembro, como a obrigatoriedade de apresentação de um teste antigénico negativo (válido por uma semana) e de um certificado de vacinação para acesso à maioria. espaços públicos e privados.

Em 2020, o governo regional apelou aos madeirenses para que assistissem à tradicional queima de fogos de artifício em casa, e identificou ainda 2.060 praças desenhadas na calçada dos locais mais frequentados, com no máximo cinco pessoas cada, preferencialmente familiares, mas este ano medidas este ano. não se aplica.

READ  The Oxford Vaccine Against Covid-19 é 62% a 90% eficaz, dependendo do laboratório | Vacina

Portugal mede

Além das medidas anunciadas pelo Conselho de Ministros especificamente para o Natal e o Ano Novo, outras restrições foram impostas desde 25 de dezembro no continente, inicialmente previstas apenas para a primeira semana de janeiro, como o retorno ao trabalho remoto obrigatório. E fechando creches, oficinas de lazer (ATL), bares e discotecas.

Até 9 de janeiro, é também obrigatório o teste negativo para o acesso a hotéis e estabelecimentos de alojamento local, para eventos de trabalho e festas familiares, como casamentos ou baptizados, e eventos desportivos e culturais, independentemente do número de espectadores.

Os espaços comerciais são limitados a uma pessoa por cinco metros quadrados, para evitar encontros que ocorrem na semana após o Natal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *