Casas para idosos estão de volta a Portugal na crise de Covid

Os relatórios desta manhã indicam que alguns lares de idosos em Portugal foram atingidos por uma nova vaga de infecção Covid, embora toda a população tenha recebido uma vacinação completa.

Uma casa, em Mafra, desde então, relatou a morte de dois de seus residentes idosos.

Entre os outros infectados, dois foram hospitalizados e outros 12 apresentavam apenas sintomas leves.

Como insistem os especialistas, “esses acidentes acontecerão aqui e ali, mas serão bastante reduzidos em comparação com o que aconteceria sem as vacinas”.

De momento, a maioria dos lares para idosos não são reconhecidos – embora pareça mais provável que se encontrem na área da Grande Lisboa.

A casa de Mafra tem um total de 13 funcionários que trabalham com idosos (seis dos quais já testaram positivo para SARS-CoV-2), mas apenas quatro deles completaram a vacinação, de acordo com o noticiário da SIC TV.

Enquanto isso, a associação de ajuda domiciliar, aposentadoria e casas de repouso para idosos, ALI, está defendendo que quaisquer passeios para idosos sejam proibidos novamente.

O presidente da ALI, João Ferreira de Almeida, disse à Rádio TSF: “É muito violento evitar que a população idosa saia, mas há questões maiores que precisam ser protegidas aqui e acho que isso (mudança de política) deve ser levado em consideração … “

Um aspecto do relatório do SIC é que “sete empregados do agregado familiar de Mafra” não foram vacinados. “Não está claro o porquê, visto que se entende que todos os trabalhadores em asilos já foram vacinados”, diz a repórter Francesca Ferreira Marquez.

[email protected]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *