Brasil pode adicionar mais 12 GW de capacidade fotovoltaica este ano

A partir de revista pv brasil

As previsões da Associação Brasileira de Energia Solar ABSolar indicam que, em 2022, a capacidade fotovoltaica recém-instalada poderá atingir 12 GW, incluindo 8,9 GW de geração distribuída, que inclui todos os sistemas solares de não mais de 5 MW, e 3,2 GW de escala de utilidade solar.

Se esse crescimento se concretizar, a capacidade fotovoltaica acumulada do Brasil aumentará de 13 GW no final de 2021 para cerca de 25 GW no final deste ano. No setor de geração distribuída, a capacidade instalada acumulada passará de 8,3 para 17,2 GW e no setor de grande escala de 4,6 para 7,8 GW.

Dos R$ 50,8 bilhões (US$ 9,1 bilhões) de investimento previstos para este ano, a geração distribuída responderá por R$ 40,6 bilhões.

Com as novas instalações implantadas este ano, o setor fotovoltaico deverá criar mais de 357 mil novos empregos no Brasil.

Espera-se que a maior parte desses empregos venha da geração solar distribuída, que provavelmente será responsável por mais de 251.000 empregos este ano.

“Esperamos um crescimento muito forte na energia solar este ano, impulsionado pelo aumento do custo da conta de luz e pelos benefícios oferecidos aos consumidores como a solução definitiva para garantir eletricidade a preços competitivos”, disse Ronaldo Kolozuk, presidente da ABsolar. “A tecnologia fotovoltaica está se tornando cada vez mais popular no país, atingindo todos os grupos de consumidores e causando um efeito cascata na sociedade brasileira.”

READ  Província de Sonoma descobre um caso individual da variante do Brasil

No início de janeiro, as autoridades brasileiras introduziram novas regras para garantir que os sistemas fotovoltaicos com menos de 5 MW ainda se qualifiquem para tarifas net metered até 2045. As tarifas de rede para os consumidores entrarão em vigor a partir de 2023, mas a rentabilidade econômica da energia fotovoltaica no telhado deverá mantenha pequenos jardins solares altos. O forte crescimento para 2022 será resultado da introdução dessas taxas de rede a partir de janeiro de 2023.

Este conteúdo é protegido por direitos autorais e não pode ser reutilizado. Se você gostaria de cooperar conosco e gostaria de reutilizar alguns de nossos conteúdos, entre em contato com: [email protected].

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *