Brasil e Estados Unidos cooperam contra exportações ilegais de madeira da Amazônia – o mundo

Los Angeles: Os governos do Brasil e dos Estados Unidos estão em negociações para combater as exportações ilegais de madeira da floresta amazônica, bem como outras atividades ambientais ilegais.

As conversas foram realizadas à margem da reunião de quinta-feira na Cúpula das Américas entre o enviado especial presidencial dos EUA para o clima, John Kerry, o ministro brasileiro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, e o ministro do Meio Ambiente, Joachim Leit.

Torres disse à Reuters na sexta-feira que os detalhes do acordo de cooperação ainda não foram determinados, mas que um possível acordo de cooperação incluiria apoio dos Estados Unidos, especialmente na área de inteligência.

A parceria também pode exigir recursos para estabelecer bases na região amazônica, disse Torres, acrescentando que uma reunião técnica está programada para definir seu modelo nas próximas semanas.

“Acho que se começarmos a trabalhar mais juntos, essa colaboração incluirá o compartilhamento de inteligência e informações e a investigação dessas rotas de madeira”, disse Torres.

O encontro com Kerry abordou muitos assuntos relacionados à política ambiental brasileira, mas focou nas políticas de combate ao crime organizado na região amazônica, que inclui extração e venda ilegal de madeira, além de mineração e outros crimes.

O Brasil tem enfrentado críticas internacionais por lidar com o desmatamento ilegal na Amazônia e outras questões ambientais. O desmatamento na Amazônia brasileira aumentou em 2021 para uma alta de 15 anos, de acordo com estatísticas oficiais do governo.

READ  Bolsonaro pede aos brasileiros que `` parem de lamentar '' após o número diário de mortos em Covid

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.