Brasil diz que líderes do G20 concordam em evitar questões geopolíticas

RIO DE JANEIRO (Reuters) – Diplomatas do G20 concordaram em evitar questões geopolíticas espinhosas durante a cúpula das maiores economias do mundo em novembro, disse uma autoridade brasileira nesta sexta-feira.

Em Fevereiro, os líderes malianos do G20 não conseguiram chegar a acordo sobre uma declaração conjunta na sua reunião no Brasil, devido a divisões sobre as guerras em Gaza e na Ucrânia.

O diplomata Mauricio Lirio, representante do Brasil no G20, disse a repórteres na sexta-feira que um acordo foi alcançado com seus homólogos do grupo, após “conversações muito difíceis” durante uma reunião preparatória no Rio de Janeiro esta semana.

“O que alcançamos nesta reunião foi um acordo sobre como avançar a partir de agora, para que os ministros possam se concentrar em seus temas específicos. Procurem acordos em suas áreas. Vocês não precisam mais lidar com geopolítica”, disse ele. repórteres.

No final deste mês, os líderes económicos e os chefes dos bancos centrais do grupo reunir-se-ão no Rio de Janeiro, onde a cimeira anual dos líderes do G20 está marcada para 18 e 19 de Novembro.

No ano passado, a cimeira do G20 em Nova Deli terminou com os líderes declarando que evitaram condenar a Rússia pela guerra, embora tenha realçado o sofrimento humano causado pelo conflito e apelado a todos os países para não usarem a força para tomar território.

READ  A estagnação econômica é a preocupação número um para as empresas de Cingapura: relatório do Fórum Econômico Mundial

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *