Bolsonaro receberá aposentadoria como ex-deputado

BRASÍLIA, Brasil (AP) – O presidente brasileiro Jair Bolsonaro, que foi derrotado pelo esquerdista Luiz Inácio Lula da Silva nas eleições presidenciais de outubro, está recebendo uma pensão por seus anos como legislador, além da que recebeu como ex- militares. Capitão.

Bolsonaro, que deixou o cargo em 1º de janeiro, já havia se recusado a receber uma pensão legislativa, o que é permitido pela lei brasileira. O líder de extrema-direita foi deputado federal de 1991 até assumir a presidência em 2018.

Mas um documento assinado em 30 de novembro pelo presidente da Câmara, Arthur Lyra, e publicado em 2 de dezembro, diz que agora ele receberá uma quantia equivalente a 30.000 riais (cerca de US$ 5.800) por mês.

Segundo o documento, a partir de 30 de novembro, Bolsonaro tem direito a 32,5% da mesada parlamentar, com um adicional de 57% do salário destinado a parlamentares e senadores. Atualmente, os legisladores ganham cerca de 34.000 riais (6.500 USD) por mês.

Em 2023, será a primeira vez em mais de 30 anos que Bolsonaro não ocupará cargo público. Ele provavelmente continuará a ser membro do Partido Liberal, mas ainda não está claro qual cargo dentro do partido ele ocupará. Ele pode ganhar dinheiro com esta posição.

Como comandante militar reformado – esteve no Exército até 1988, quando foi eleito vereador do Rio de Janeiro – Bolsonaro também recebe cerca de R$ 12.000 (US$ 2.300) por mês.

Após deixar a presidência, ele terá direito por lei a quatro governantes e motoristas em carros oficiais da presidência.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.