BlackRock está cada vez mais desconfiada das ações brasileiras à medida que a epidemia se espalha

A BlackRock tornou-se mais cautelosa em relação às ações brasileiras em meio a riscos crescentes para a recuperação da maior economia da América Latina.

O maior CFO do mundo ficou sob o peso do Brasil no início deste ano e está se tornando mais seletivo, de acordo com Ed Kuchma, que administra US $ 1,4 bilhão em ações latino-americanas para a empresa. As mortes por Covid-19 no Brasil estão ultrapassando todos os outros países do mundo, depois que o país contraiu a forma mais contagiosa e iniciou as campanhas de vacinação tardiamente. O cenário de deterioração recentemente levou alguns países a adotar restrições mais rígidas.

“Começamos 2021 com muito otimismo sobre a recuperação econômica global, mas vejo desafios na atividade na região”, disse Kuchma em uma entrevista em vídeo. O Brasil enfrenta dois desafios, incluindo outro vírus de disseminação rápida e algumas dificuldades para levar as vacinas aos lugares certos. Isso pesa sobre as perspectivas de reabertura. “

O Brasil, que segue apenas os Estados Unidos nas estatísticas da Covid-19, superou 12 milhões de infecções na segunda-feira e deve registrar 300.000 mortes esta semana. O índice MSCI que acompanha as ações brasileiras caiu mais de 10% neste ano, em comparação com uma queda de 6,8% para pares regionais no mesmo período.

Kuchma, que estava com sobrepeso no Brasil no final de 2020, também apontou para um cenário financeiro frágil depois que o país gastou mais do que qualquer outro país.Um país em desenvolvimento para mitigar as repercussões econômicas da epidemia. O aumento dos gastos pesou sobre os ativos domésticos, com o real enfraquecendo acima de 5,80 em relação ao dólar norte-americano no início deste mês. Para combater o aumento da inflação, o Banco Central do Brasil fez mais do que o esperadoTaxa de aumento na última quarta-feira.

READ  Enel começa a instalar medidores inteligentes em São Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *