Autoridades brasileiras vão reavivar o caso de fraude contra Jorge Santos

Quando o deputado eleito George Santos assumir sua cadeira no Congresso na terça-feira, ele o fará em meio a investigações ativas de promotores federais e locais sobre possíveis atividades criminosas durante as duas campanhas para o Congresso.

Mas um caso criminal mais antigo pode ser mais urgente: a polícia brasileira pretende reviver as acusações de fraude contra Santos e buscará uma resposta oficial, disseram os promotores na segunda-feira.

O caso, que decorreu de um incidente em 2008 envolvendo o roubo de um talão de cheques, está suspenso há dez anos porque a polícia não conseguiu localizá-lo.

Uma porta-voz da Procuradoria-Geral do Rio de Janeiro disse que, com Santos localizado, um pedido formal seria feito ao Departamento de Justiça dos Estados Unidos notificando-o das acusações, passo necessário após o qual o caso prosseguiria com ou sem ele.

O caso criminal no Brasil foi exposto pela primeira vez em uma investigação amplamente divulgada do New York Times Inconsistências em sua biografia e perguntas sobre suas transações financeiras.

Apenas um mês antes de seu aniversário de 20 anos, o Sr. Santos entrou em uma pequena loja de roupas na cidade brasileira de Niterói, nos arredores do Rio de Janeiro. Os registros do tribunal mostram que ele gastou quase US$ 700 usando um talão de cheques roubado e um nome falso.

O Sr. Santos admitiu a fraude ao dono da loja em agosto de 2009, escrevendo no Orkut, um popular site de mídia social no Brasil: “Eu sei que errei, mas quero pagar”. Em 2010, ele e sua mãe disseram à polícia que ele roubou o talão de cheques de um homem para quem sua mãe trabalhava e o usou para fazer compras fraudulentas.

Um juiz aprovou a acusação em setembro de 2011 e ordenou que o Sr. Santos respondesse ao caso. Mas em outubro ele já estava nos EUA trabalhando para a Dish Network Em College Point, Queens, aparecem os registros da empresa.

Apesar de suas confissões anteriores, Santos recentemente negou qualquer envolvimento criminal, dizendo ao New York Post: “Não sou um criminoso aqui – nem aqui, nem no Brasil, nem em qualquer jurisdição do mundo”.

“Estou contratando um advogado local para lidar com essa alegada reclamação contra meu cliente”, disse Joe Murray, advogado de Santos, na segunda-feira.

A posse de Santos na terça-feira como representante do 3º distrito congressional de Nova York já ocorreu sob uma nuvem de escrutínio.

Na semana passada, surgiram irregularidades nos gastos de campanha de Santos, incluindo $ 40.000 em voos e pagamentos de aluguel vinculados a um endereço onde Santos reside, uma possível violação da proibição de usar fundos de campanha para despesas pessoais.

READ  A cartunista Monica e amigos estão compartilhando informações confiáveis ​​sobre o coronavírus emergente

Santos também mentiu sobre sua formatura na faculdade e enganou os eleitores sobre seu trabalho no Citigroup e no Goldman Sachs. Ele também admitiu que devia milhares de dólares em aluguel não pago e retirou sua reivindicação de possuir várias propriedades.

O próximo passo para os promotores brasileiros é apresentar uma petição quando os tribunais reabrirem no final da semana para exigir que Santos responda às acusações contra ele. O juiz então encaminhará o pedido, chamado de carta rogatória, ao Ministério da Justiça do Brasil, que o encaminhará ao Departamento de Justiça dos Estados Unidos. Nem o Ministério da Justiça nem as autoridades brasileiras podem obrigar o Sr. Santos a responder neste momento. Mas o Sr. Santos deve ser notificado formalmente para que o caso prossiga.

Uma condenação criminal, mesmo por crime doloso, não é em si um ato que desqualifique um membro do Congresso para ocupar um cargo. A última vez que um membro do Congresso foi afastado do cargo por infringir a lei foi em 2002, quando James A. Trafficant Jr. do Posto da Câmara Condene-o No crime de extorsão e corrupção.

Se o Sr. Santos não apresentar defesa no caso brasileiro, ele será julgado à revelia. Se condenado, Santos pode pegar até cinco anos de prisão, mais multa.

Manuela Andreone E Michael Gold Contribuir para a elaboração de relatórios.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.