Atualização 1 – Grande Muralha Brasil entra na compra da fábrica da Daimler

(Adiciona papel de parede na Grande Muralha da China)

PEQUIM / RIO DE JANEIRO (Reuters) – A Daimler vendeu uma fábrica no Brasil para a chinesa Great Wall Motor Co., Ltd. por um valor não revelado, disseram as duas empresas na quarta-feira, sinalizando o acesso da fabricante chinesa à maior economia da América Latina.

A Great Wall Corporation, com sede em Baoding, a maior fabricante de picapes da China que também fabrica veículos na Rússia e na Tailândia, disse em um comunicado separado que está reformando a fábrica para uma capacidade de produção anual de 100.000 veículos.

A Reuters relatou na semana passada, citando pessoas familiarizadas com o assunto, que a Grande Muralha decidiu realocar parte de seu investimento de US $ 1 bilhão na Índia para o Brasil, enquanto a montadora se preocupava com o atraso de um ano em obter as aprovações do governo. .

As vendas globais são fundamentais para a Great Wall, que vendeu 1,1 milhão de veículos no ano passado e tem como objetivo entregar quatro milhões de veículos anualmente em 2025.

A montadora alemã Daimler disse em dezembro que cortaria a produção de automóveis no Brasil e fecharia uma fábrica dedicada à produção de carros Mercedes-Benz de luxo desde 2016 na cidade de Iracimapolis, no estado de São Paulo.

A fábrica da Mercedes foi inaugurada quando a política industrial brasileira forçou muitas montadoras a abrir fábricas se quisessem vender grandes quantidades localmente, levando ao excesso de capacidade conforme a demanda lentamente se recuperou de uma recessão profunda.

Daimler disse em dezembro que o declínio nas vendas de carros de luxo durante a pandemia COVID-19 tornou insustentável manter a fábrica aberta.

A Daimler disse em um comunicado que a planta e seus terrenos cobrem 1,2 milhão de metros quadrados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *