As ações brasileiras estão sendo negociadas em baixas de sete meses

A China não é mais o mercado internacional com pior desempenho.

O Brasil assumiu a liderança entre os retardatários no mês passado. O ETF EWZ Brasil caiu 12% nesse trecho, para seu nível mais baixo desde meados de março.

Mas para os investidores que veem potencial para comprar na queda, um especialista do mercado tem um alerta.

“Por mais tentador que seja a moeda de troca perseguir o Brasil no momento, eu acho … há muitos problemas”, disse Boris Schlossberg, diretor-gerente de estratégia cambial da BK Asset Management, ao “Trading Nation” da CNBC na quinta-feira.

Schlossberg disse que o primeiro problema é a desaceleração na China, que provavelmente terá um impacto indireto sobre o Brasil como um de seus maiores parceiros comerciais e de exportação.

O segundo motivo, disse ele, foi a preocupação com a liderança do presidente Jair Bolsonaro. Críticos, indignados com a resposta de Bolsonaro à pandemia e à deterioração da economia, Ele pediu sua demissão Durante os protestos de fim de semana.

Seleção de ações e tendências de investimento do CNBC Pro:

“Até que a situação política se acalme, acho que ainda está muito longe neste momento”, disse Schlossberg. “Definitivamente evitarei o Brasil.”

O mercado de ações internacional não é o único com problemas, de acordo com Miller Tabak, estrategista-chefe de mercado, Matt Malley. Ele vê uma desaceleração na China atingindo outras grandes economias e mercados asiáticos.

“KOSPI na Coreia do Sul – já caiu 12%. Rompeu abaixo da linha de tendência desde maio de 2020, a epidemia de baixa, e atingiu uma grande baixa abaixo de 3.000”, disse Mali durante a mesma entrevista. “Então, o Nikkei japonês também quebrou abaixo da linha de tendência de 2020. Não registrou seu nível mais baixo, o nível 2700, mas está se aproximando.”

READ  O interior é uma das grandes obras de arte que saíram da epidemia

“A questão é que os mercados de ações tendem a se mover seis meses à frente da economia. Portanto, parece estar nos dizendo que as coisas vão desacelerar, e a China é a principal culpada”, disse Malley.

O ETF EWY South Korea caiu 9% no mês passado, enquanto o EWJ Japan ETF caiu 6%.

aviso Legal

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *