Amarillo recebe aprovação regulatória para linha de energia Posse

TORONTO, 25 de outubro de 2021 (GLOBE NEWSWIRE) – A construção da linha de energia que fornecerá eletricidade à Posse Gold Mine, Amarillo Gold Corporation (TSXV: AGC, OTCQB: AGCBF) disse hoje, após receber a licença para um instalação da linha por escrito Estado do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável do Estado de Goiás (SEMAD).

A aprovação regulatória final necessária era para a linha de energia de 67 quilômetros e 138 quilovolts que cruzará três municípios e conectará a mina carro-chefe da Posse a uma subestação em Burangatou. A construção da linha deve começar ainda este ano e levar cerca de 14 meses. A ampliação da subestação da LI já havia sido recebida em fevereiro, e as obras de ampliação estão em sua fase final.

Cerca de 50 milhões de reais (9 milhões de dólares) são investidos no fornecimento total de energia do projeto. A infraestrutura de energia elétrica inclui esta linha de energia de 138 kV, a expansão da subestação Boringato, o desvio da linha de energia de 69 kV existente que passa pela Mina Posse e uma linha de fornecimento de energia temporária de 34,5 kV durante a construção.

A linha de transmissão e a subestação de Borengato estão sendo construídas por meio de uma parceria entre a subsidiária da Amarillo, Amarillo Mineração do Brasil, e a Enel Brasil, a concessionária estadual de energia. A Enel aprovou todo o projeto e todos os terrenos para a linha de energia foram adquiridos.

“Nosso objetivo desde o início foi construir uma infraestrutura de energia que atenderá às necessidades da mina de ouro Posse e deixará um legado valioso para a comunidade muito depois de partirmos”, disse Paulo Serpa, Diretor Regional de Amarillo. “Nossa parceria com a Enel e essas aprovações mostram que estamos fazendo um progresso constante em direção a essa meta.”

READ  Cybersource e Ebanx são parceiros no Brasil para comerciantes de e-commerce globais

Além disso, Amarillo recebeu a aprovação da SEMAD para desviar uma linha de energia existente que passaria pela área planejada da mina Posse. A linha de 69 kV fornece energia ao município.

Uma linha de energia temporária atenderá às necessidades de energia de Amarillo durante a construção. As linhas elétricas aéreas existentes de 34,5 e 13,8 kV atendendo a pequenas cargas serão transportadas sobre o terreno próximo ao projeto Posse. O início das obras está previsto para novembro.

Sobre Amarillo

Amarillo oferece dois projetos de ouro localizados perto de excelente infraestrutura nos países do Brasil, amigos da mineração.

A fase de desenvolvimento do empreendimento Posse Gold está localizada na propriedade da empresa Mara Rosa, no estado de Goiás. Possui estudo de viabilidade final positivo que mostra que pode ser concretizada em uma operação lucrativa com baixo custo e forte retorno financeiro. Mara Rosa também mostra o potencial para depósitos adicionais a serem descobertos perto da superfície que estenderiam a vida da Mina Posse além dos primeiros 10 anos.

O projeto Lavras do Sul em fase de exploração no estado do Rio Grande do Sul contém mais de 23 possibilidades voltadas para a ourivesaria histórica.

Amarillo é comercializado na TSXV sob o símbolo AGC e OTCQB sob o símbolo AGCBF. Visite www.amarlogold.com para saber mais sobre o foco da empresa em se tornar um produtor de ouro brasileiro de médio porte.

Siga-nos LinkedInE Twitter, E Youtube.

Informações de Contato

Mike Mitchell
Presidente e CEO
416-294-0736
[email protected]

Anne Marie Brissenden
Relações com Investidores
416-844-6284
[email protected]

Marcelo Lenz
Sócio-gerente, ML & A Comunicações
[email protected]
(11) 3811-2827

Notas

Nem a TSX Venture Exchange nem o Regulatory Services Provider (conforme definido nas políticas da TSX Venture Exchange) aceitam responsabilidade pela adequação ou precisão do conteúdo deste comunicado à imprensa.

READ  A D2L lança seu mais recente white paper sobre o futuro do trabalho e da aprendizagem

declarações prospectivas

Este comunicado à imprensa contém declarações prospectivas sobre as expectativas atuais da empresa em relação a eventos futuros, incluindo seus negócios, operações, condição e objetivos, estratégias, crenças e intenções da administração.

Vários fatores podem impedir ou atrasar nossos planos, incluindo, mas não se limitando a, o preço de negociação das ações ordinárias da Empresa, condições do mercado de capitais, influências do coronavírus ou outras pandemias, risco de contraparte, aprovação (ões) de TSXV, disponibilidade e desempenho do contratado, clima, acesso, preços do metal e do ouro, sucesso e fracasso das operações de exploração e desenvolvimento realizadas nas diferentes fases do programa. É necessária permissão do governo e da sociedade para embarcar na futura produção de mineração. Os leitores devem revisar os registros trimestrais e anuais em andamento da empresa, bem como quaisquer outros documentos adicionais que compreendem o histórico de divulgação pública da empresa, para obter informações adicionais sobre os riscos e incertezas relacionados a essas declarações prospectivas.

Os leitores também devem revisar os fatores de risco aplicáveis ​​às empresas júnior de prospecção de mineração em geral para compreender melhor o conjunto diversificado de riscos que podem afetar a empresa. A Empresa não assume nenhuma obrigação de atualizar publicamente ou de outra forma quaisquer declarações prospectivas, seja como resultado de novas informações, eventos futuros ou de outra forma, exceto conforme exigido por lei.

PDF disponível: http://ml.globenewswire.com/Resource/Download/6ac8116c-0a5f-4425-833a-ace9e2cdc3e0

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *