Agência Brasil explica diferença entre COVID-19 e sintomas da gripe


Brasília. Caseinform No final do ano, em meio à pandemia de COVID-19 – apesar da queda acentuada nas curvas de óbitos e lesões – os casos de gripe estão aumentando no Brasil. As duas doenças podem ser confusas, dada a semelhança dos sintomas.

É essencial estar ciente dos sintomas e responder prontamente devido aos riscos de transmissão do vírus COVID-19. De acordo com as diretrizes do Ministério da Saúde, a pessoa infectada, além de buscar atendimento, deve ser isolada das demais e colocada em quarentena por 14 dias. Esse período pode ser menor, dependendo da orientação das administrações municipais locais, Agência Brasil relatórios.

Segundo a infectologista Ana Helena Germoglio, não é possível diagnosticar se uma pessoa tem COVID-19 ou gripe apenas pelo exame médico, o chamado diagnóstico clínico, em termos técnicos.

Para avaliar o estado de saúde do paciente, devem ser realizados exames. No caso do COVID-19, existem várias possibilidades, como testes de laboratório para antígeno ou reação em cadeia da polimerase. No caso da gripe, também existem diversos tipos de exames.

Por isso, o infectologista destaca a importância de as pessoas, caso os sintomas estejam presentes, procurar ajuda médica para que o médico determine os procedimentos adequados para a obtenção do diagnóstico.

influenza x covid-19

Embora os sintomas sejam muito semelhantes, existem pontos específicos em cada doença. Com a gripe, são comuns sintomas como febre, tosse seca, fadiga, dores no corpo, mal-estar e dor de cabeça. Podem ocorrer rinorreia ou entupimento e dor de garganta, mas são menos frequentes.

A gripe pode se tornar muito grave e pode até levar à morte. Segundo Fernandez Figueira, Instituto da Fundação Oswaldo Cruz (IFF-Fiocruz), a hospitalização e a possibilidade de morte geralmente estão associadas a grupos de risco. A gripe também pode originar infecções secundárias, como as causadas por bactérias.

READ  Matt Hancock acusado de "matar viagens britânicas ao exterior" ao colocar Portugal em sua lista de férias âmbar

Na COVID-19, febre e tosse seca são sintomas comuns. Às vezes, podem ocorrer fadiga, dores no corpo, mal-estar e dor de garganta. A doença apresenta outros sintomas em geral que as pessoas com gripe não sentem, como perda do olfato e do paladar.

Covid-19 também pode levar a casos mais graves, conforme mostrado pelos números. Mais de 600.000 pessoas morreram de Covid-19 no Brasil. Pessoas com condições mais graves ou críticas podem ter falta de ar grave, pneumonia grave e outros problemas respiratórios que requerem suporte ventilatório ou admissão em unidades de terapia intensiva.

Muitos pacientes com Covid-19, especialmente agora, costumam se queixar de perda de olfato e paladar. A gripe costuma fazer com que o paciente se sinta prostrado, acamado, com dores no corpo, sensação de congestão. Quando comparamos as duas doenças, podemos dizer que a gripe provoca muitos sintomas. Só podemos concluir o diagnóstico com um teste de laboratório, diz Anna Helena Germoglio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *