5 celebridades brasileiras que estão mudando o ideal de beleza do país

Durante décadas, campanhas publicitárias, editoriais e passarelas homenagearam um tipo muito especial de mulher brasileira: a supermodelo. Tinha Alessandra, Gisele e Adriana. Isabelle, Cynthia e Isabel. Eles tinham muitas semelhanças – pernas altas, músculos abdominais bem proporcionados, olhos (geralmente claros), uma cachoeira de “ondas de praia”. Hoje, existe uma nova guarda de mulheres brasileiras com um efeito de beleza que pouco tem em comum. Conheça Maga, Natalie, Letícia, Danielle e Roberta.

Maja Mora

Cortesia Maja Mora

A influenciadora baiana Mora vai usar tranças florais com miçangas num dia e batom verde-azulado no dia seguinte. Ela vai tocar todas as cores que a varinha mágica inventar, de uma só vez (cabelo, nike, unhas). Ela é tão irritantemente calorosa quanto sem esforço (ela aprendeu inglês sozinha ouvindo Jay Z e Eminem). Mas ela nem sempre foi cheia de si:

“Enquanto eu crescia, não havia garotas negras na TV e nas revistas. Eu não sabia sobre minha negritude”, diz Mora. “Garotas brancas, loiras de olhos azuis, olhos verdes, esse era o estereótipo da beleza.” Na adolescência, após quase uma década de alisamento químico (“Todas as mães negras colocam edredons nos filhos porque sabem alguma coisa sobre bullying.”) [we could face]’), o cabelo dela começou a cair.

Sua irmã sugeriu que ela procurasse um cabeleireiro preto que trançava o cabelo danificado de Mora. “Eu estava tipo, ‘Oh meu Deus, eu sou negro!'” Eu quero ser aquela garota que vejo no espelho. “Desde então, Mora começou a usar pilhas coloridas de tranças e cachos. Seu look deu certo em lugares como Londres, onde Mora morou por um breve período em 2012, mas os brasileiros costumavam fazer isso. Ela trabalhou como analista de marketing em uma marca de roupas e disseram que não. Felizmente, esses preconceitos são corrigidos “, diz Mora.” As meninas não têm mais medo de abraçar o cabelo. Agora é como, ‘Eu sou negro, sou orgulhoso, sou lindo.’ Este é o meu poder negro. Estas são tranças. “

READ  Molhado e selvagem! Vaca fugitiva preparada para abate no Brasil surfa após fugir

Natalie Bellio

Cortesia Natalie Bellio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *